FCJ Rio

O que é Venture Builder e como isso auxilia startups?

Você sabe o que é Venture Builder e como essas organizações influenciam diretamente no desempenho das startups? Saiba mais!

O mundo das startups vem crescendo de forma acelerada e gerando grandes transformações em diferentes modelos de negócios. De acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), de 2015 a 2019, o número de novas startups brasileiras triplicou, passando de 4.151 a 12.727; um crescimento de 207%.

Mas, para tirar uma ideia inovadora do papel e impulsionar o negócio, os empreendedores precisam buscar por recursos que vão além do aporte financeiro. Mais do que dinheiro, para desenvolver uma solução inovadora, é preciso contar com uma rede de pessoas experientes em inovação, tecnologia e negócios e que saibam como conduzir o crescimento de novas empresas de base tecnológica.

É nesse contexto que surgem as Venture Builders, organizações conhecidas também como fábricas de startup ou estúdios de startups. Neste artigo, vamos explicar com mais detalhes o que é Venture Builder, como elas auxiliam o desenvolvimento e o crescimento de startups e quais os seus impactos no ecossistema de inovação. Continue a leitura!

O que é Venture Builder?   

Venture Builders são organizações que atuam sistematicamente no desenvolvimento de outras empresas de base inovadora e tecnológica (startups) aportando seus próprios recursos. 

Geralmente, esse modelo de desenvolvimento de startups incorpora a cultura de Open Innovation, portanto, em vez de criar suas próprias startups, as organizações de Venture Building buscam soluções no mercado para desenvolvê-las.

Imagine o seguinte cenário: uma dupla de empreendedores projeta uma solução inovadora para o mercado de saúde, mas eles não têm os recursos intelectuais e operacionais necessários para desenvolver e validar tal solução. Com o apoio de uma Venture Builder, eles obterão benefícios como:

  • conhecimento técnico da área;
  • acesso às melhores práticas do mercado;
  • acesso ao ecossistema de startups;
  • acesso a redes de mentores;
  • modelagem e design de projetos;
  • validação de MVP (produtos mínimos viáveis);
  • serviços contábeis e jurídicos;
  • suporte de marketing e vendas, entre outros.

De modo geral, o objetivo de uma Venture Builder é promover as startups e direcioná-las estrategicamente no mercado. Em contrapartida, as VBs ganham participação acionária na startup, que segue até o exit, momento de “saída da startup” no qual toda a participação é vendida.

Quais as diferenças entre VB e outros programas?

Existem outras iniciativas de fomento à inovação que são comumente confundidas com o Venture Building, como as aceleradoras e incubadoras e até mesmo os fundos de Venture Capital. 

De início, vale ressaltar que as organizações de Venture Building estão envolvidas com as operações diárias das startups e as ajudarão também nas tomadas de decisões, fazendo com que as empresas comecem a rodar de fato. Aqui, todas as ideias e até mesmo os times são construídos internamente.

Nas incubadoras ou aceleradoras, oferecem-se mentorias e há o compartilhamento de alguns serviços. Nesses programas, a startup geralmente apresenta um plano de ação e adquire recursos financeiros iniciais. As soluções são desenvolvidas externamente e há um período limite para participação no programa.

Já os Venture Capitalists não participam do dia a dia operacional das startups. Após definirem suas startups investidas, os VCs estarão envolvidos no gerenciamento das startups, certificando-se de que os recursos aportados estão sendo aplicados efetivamente, tendo em vista o crescimento do negócio. 

Quais as principais características de uma Venture Builder?

Até aqui você entendeu que as Venture Builders são organizações que desenvolvem startups utilizando seus próprios recursos e que elas se diferenciam de outras iniciativas, como as incubadoras, as aceleradoras e os fundos de Venture Capital. 

Mas, por serem conceitos que podem parecer complicados num primeiro momento, vamos listar, com mais detalhes, algumas das maiores características desse modelo de fomento à inovação. Veja!

Startup que desenvolve startups

As Venture Builders são organizações que desenvolvem projetos promissores, oferecendo recursos intelectuais e operacionais às startups de seus portfólios. Ainda, uma empresa de Venture Building é uma holding company que detém participações nas empresas que ajudou a criar e desenvolver.

Trabalho hands-on

É importante salientar que as maiores e mais promissoras Venture Builders são aquelas que vão além do “holding” e atuam de forma “hands-on”, ou seja, que atuam em diversas esferas para promover as startups de seu portfólio, que pode ser desenvolvendo modelos de negócios, trabalhando com times jurídicos, realizando contratações de gerentes de negócios, desenvolvendo campanhas efetivas de marketing durante o pré e pós-lançamento de suas startups, entre outras ações importantes e necessárias para o desenvolvimento sustentável de suas ventures.

Sempre em busca da inovação

As Venture Builders são organizações que buscam constantemente por inovação e construir soluções cada vez melhores. O sucesso de seus empreendimentos é visto como um desafio que poderá sempre ser superado. 

Networking muito forte

Outra característica das Venture Builders é sua forte rede de compartilhamento, capaz de alcançar recursos da forma mais eficiente. Nesse sentido, a dinâmica e a qualidade do networking de uma Venture Builder é capaz de produzir grandes resultados.

Como fazer parte de um programa de Venture Building?

Diferentemente dos programas de incubação e aceleração, que possuem processos datados (de início e fim), geralmente resultando num Demoday, as Venture Builders estão sempre abertas a novas soluções sem um período fixo de inscrição, por exemplo. Basta entrar em contato com a Venture Builder e verificar quais são as etapas do processo de seleção e confirmar se o seu projeto, de fato, se encaixa nesse modelo.

Neste artigo, além de descobrir o que é Venture Builder, você pôde compreender um pouco mais sobre os diferentes modelos de fomento à inovação. De fato, esse é um mercado que cresce exponencialmente, e o Venture Building pode ser a melhor saída para empreendedores inovadores. 

Você tem um projeto inovador e quer saber ainda mais sobre Venture Building? Deixe suas dúvidas nos comentários!   

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?